top of page
  • movE Eletromobilidade

Veículo Elétrico é uma Farsa? Superando as Principais Objeções ao Uso de VEs



A transição para a mobilidade elétrica é uma tendência crescente em todo o mundo, impulsionada pela busca por soluções de transporte mais sustentáveis e eficientes. No entanto, muitos ainda têm objeções e preocupações em relação ao uso de veículos elétricos, principalmente com uma cultura tão forte dos veículos à combustão. Neste conteúdo vamos quebrar as principais barreiras e apresentar argumentos para superar as objeções mais comuns, são elas:


Autonomia limitada

Uma das preocupações mais comuns é a autonomia limitada dos veículos elétricos em comparação com os veículos movidos a combustão. No entanto, os avanços na tecnologia das baterias estão constantemente aumentando a autonomia dos veículos elétricos. Atualmente, existem modelos que podem percorrer centenas de quilômetros com uma única carga, atendendo às necessidades da maioria dos motoristas. A maioria dos VEs presentes no mercado possuem uma autonomia entre 300 e 600 km, além de possuírem um sistema de freio regenerativo (Kinetic Energy Recovery System - KERS) que recupera a energia cinética e armazena na bateria, aumentando a autonomia do veículo.


Tempo de recarga prolongado

Outra preocupação comum é o tempo de recarga dos veículos elétricos. No entanto, é importante destacar que existem diferentes tipos de carregadores, cada um com velocidades de recarga distintas. Os carregadores rápidos ou ultrarrápidos, por exemplo, podem fornecer uma carga significativa em um curto período de tempo, permitindo uma recarga rápida de oportunidade, como durante uma parada para descanso ou em um estabelecimento comercial. Além disso, muitas pessoas carregam seus veículos elétricos durante a noite em casa, aproveitando o tempo em que o veículo não está em uso.


Falta de infraestrutura de recarga

Uma percepção muito comum na hora de adquirir veículos elétricos é a de que a infraestrutura de recarga ainda é limitada. No entanto, a rede de recarga está em constante expansão e já existem inúmeros pontos de recarga disponíveis em estacionamentos públicos, empresas e até mesmo residências. Governos e empresas também estão investindo em uma infraestrutura de recarga mais robusta para atender à crescente demanda.


Não são totalmente sustentáveis

Para afirmar que o veículos é totalmente sustentável é importante lembrar que as emissões de carbono não se limitam apenas à fase de operação dos veículos, mas é necessário considerar todo o ciclo de vida, incluindo a produção e o descarte das baterias dos veículos elétricos. Com base nisso, é verdade que a produção dos veículos elétricos não é 100% sem emissões de gases poluentes, porém, eles compensam essas emissões ao longo de sua vida útil, devido às baixas ou nulas emissões de carbono durante a operação.

Segundo levantamento da McKinsey & Company, enquanto os veículos elétrico à bateria têm volume de emissões total por carro de 10 a 14 tCO2e (toneladas de CO2 equivalentes), modelos à combustão emitem de 17 a 44 tCO2e ao longo de seu ciclo de vida. Logo, os veículos elétricos desempenham um papel fundamental na redução das emissões de carbono e são uma peça importante do quebra-cabeça na construção de um futuro mais sustentável e livre de carbono.


Alto custo de aquisição

O custo inicial dos veículos elétricos é frequentemente citado como uma objeção, mas é importante considerar o cenário completo. Embora os veículos elétricos possam ter um preço de compra inicial mais alto, eles geralmente têm custos operacionais mais baixos e os custos de manutenção são 70% menores. Essa redução do custo de manutenção se dá ao fato de que um VE possui cerca de 300 peças, enquanto um veículo à combustão tem mais de 2 mil, ou seja, muito mais peças para realizar ajustes e trocas. Além disso, governos e entidades estão oferecendo incentivos financeiros e benefícios fiscais para a aquisição de veículos elétricos, tornando-os mais acessíveis.

À medida que a demanda aumenta e a tecnologia se desenvolve, espera-se que o custo de aquisição dos veículos elétricos continue a diminuir.


Pouca variedade de modelos

Anteriormente, a falta de variedade de modelos e opções era uma preocupação comum para os consumidores interessados em veículos elétricos. No entanto, hoje em dia, a oferta de veículos elétricos está se expandindo rapidamente, com mais de 100 modelos eletrificados disponíveis para venda. Quase todos os principais fabricantes de automóveis têm pelo menos um modelo elétrico em sua linha de produtos, oferecendo uma ampla gama de opções para diferentes preferências e necessidades.


É evidente que muitas das objeções em relação ao uso de veículos elétricos são baseadas em percepções desatualizadas ou falta de informações. À medida que a tecnologia avança, a autonomia aumenta, a infraestrutura se expande e os custos diminuem, os veículos elétricos se tornam uma opção mais viável e atraente para os consumidores. Com a conscientização crescente sobre os benefícios ambientais e econômicos dos veículos elétricos, é uma questão de tempo até que eles se tornem a escolha predominante nas estradas de todo o mundo.


Nos acompanhe em nossas redes sociais para receber conteúdos e informações:


109 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page